Menu

Roque de Sá/Agência Senado

Sandoval analisará pedido contra o senador petista, acuado de ofensa e de ter “incitado o tumulto” no colegiado

O senador Airton Sandoval (PMDB-SP) foi sorteado, nesta terça-feira (5), relator da denúncia do senador José Medeiros (Pode-MT) contra o senador Lindbergh Farias (PT-RJ) por quebra de decoro parlamentar. Airton Sandoval terá cinco dias úteis – contados a partir da intimação do senador Lindbergh – para aceitar ou não aceitar a denúncia 2/2017, encaminhada ao Conselho de Ética e Decoro Parlamentar.

<< Depois de salvar Aécio e senadoras contra reforma trabalhista, Conselho de Ética acolhe denúncia contra Lindbergh

<< Depois de livrar Aécio, Conselho de Ética arquiva denúncia csenadoras para “pacificar a Casa”

— Eu sei que pra mim é um peso grande, sou um novato na Casa ainda e já chegar aqui e relatar contra um companheiro mais antigo. Mas alguém precisa fazer isso. Nós não podemos continuar aceitando coisas que aconteçam dessa natureza nessa Casa, que é uma das instituições mais importantes do nosso país — disse Airton Sandoval.

José Medeiros afirma que Lindbergh “impediu a continuidade regular” de reunião do Conselho de Ética, no dia 8 de agosto, em que era analisada denúncia contra as seis senadoras que haviam protestado contra a votação da reforma trabalhista. Elas foram absolvidas pelo Conselho.

Medeiros exige uma medida disciplinar pelo comportamento do líder do PT. Segundo ele, Lindbergh teria “ofendido” e “agredido” os parlamentares presentes, questionado a autoridade do Conselho e do presidente do colegiado, senador João Alberto Souza (PMDB-MA), além de ter “incitado o tumulto” na reunião.

<< Em tempo recorde, Comissão de Ética aceita julgar senadoras que ocuparam Mesa Diretora contra reforma trabalhista

<< Presidente do Cesentação contra Aécio um mês depois do protocolo

Continuar lendo

20/11/2017 17:04
20/11/2017 17:04
20/11/2017 16:02
20/11/2017 14:07
Voltar ao topo