Menu

Crise hídrica do Distrito Federal será tema de debate no próximo dia 29

Coletivo Café com Política vai promover, no próximo dia 29, discussão sobre as implicações da crise hídrica no DF. A ideia é colaborar para a conscientização dos cidadãos sobre as dificuldades enfrentadas pelos moradores da cidade

por Congresso em Foco · Publicado em 21/04/2017 11:21

 

Gabriel Jabur/Agência Brasília

Nível da barragem do Descoberto chegou a marcar apenas 24% da capacidade total

 

Há um ano, a crise hídrica responsável pelo racionamento que já atinge todas as regiões administrativas do Distrito Federal (DF) sequer era esperada pelos órgãos responsáveis pelo abastecimento das residências e prédios públicos de Brasília. Na época, o nível da barragem do Descoberto marcava 100% da sua capacidade e, de acordo com a Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb), a cidade não teria problemas de falta de água.

Entretanto, o cenário mudou depois de um intenso período sem chuvas e com o crescimento do volume de água utilizado pelos moradores do DF. A partir de projeções feitas pela Caesb, nos últimos seis anos, o consumo per capita de água aumentou, em média, 16% ao ano. A soma desses dois fatores fez com que o consumo de água dos brasilienses ficasse acima da marca ideal traçada pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Enquanto a OMS sugere que uma pessoa não ultrapasse a utilização de 110 litros por dia, os moradores de Brasília gastam 175,1 litros/dia.

Diante da dificuldade de adequar a quantidade de água potável disponível com o crescimento urbano e da falta de chuvas na região, o coletivo Café com Política vai promover, no próximo dia 29, um evento que discutirá as implicações da crise hídrica no DF. A ideia é colaborar com a conscientização dos cidadãos sobre as dificuldades enfrentadas pelos moradores da capital.

O debate terá a presença de Gustavo Lima, engenheiro ambiental e vice-presidente da Associação de Engenheiros Ambientais de Brasília, e André Lima, Secretário de Estado do Meio Ambiente. O encontro vai durar três horas e os participantes poderão tirar dúvidas e questionar os convidados. Além dos debates, serão realizadas atividades de educação cidadã e cultura empreendedora.

O evento, coorganizado pelo projeto DF em Movimento, vai ser realizado no Instituto de Educação Superior de Brasília (Iesb) de Ceilândia das 9h às 12h. A iniciativa tem o apoio do Congresso em Foco.

Mais sobre crise hídrica

Continuar lendo

Voltar ao topo
comments powered by Disqus
Voltar ao topo