Menu

Deputados de Mato Grosso com acusações criminais

Saiba quem são os investigados, as suspeitas que há contra eles e os esclarecimentos de cada um

por Congresso em Foco Publicado em 29/03/2017 08:51

Adilton Sachetti (PSB-MT)
Inquérito 4310 Crimes de Responsabilidade
Ação penal 947 Crimes de responsabilidade
Inquérito 4210 Crimes de Responsabilidade

Carlos Bezerra (PMDB-MT)
Ação penal 520 Crimes contra a administração geral, peculato e crimes da lei de licitações

Ezequiel Fonseca (PP-MT)
Ação penal 941 Crimes da lei de licitações
Inquérito 4297 Crimes de “Lavagem” ou Ocultação de Bens, Direitos ou Valores / Peculato
Inquérito 4249 Captação ilícita de votos ou corrupção eleitoral

Ao Congresso em Foco, a assessoria do deputado Ezequiel Fonseca prestou os seguintes esclarecimentos:

“A ação penal está em fase de conclusão. O relator do processo era o ministro Teori Zavascki e o ministro Celso de Mello o revisor. A Procuradoria-Geral da República já tinha se manifestado pela absolvição do deputado. Com esse parecer do procurador, o deputado espera que seja absolvido.

Já nos outros dois inquéritos, foi citado o nome dele e o deputado ainda aguarda ser intimado para ser ouvido.

No inquérito 4249, o ministro relator e o Marco Aurélio. Neste caso, o deputado foi notificado sobre esclarecimentos de uma denúncia anônima que diz que o deputado teria feito promessa em troca de voto. O inquérito já havia sido opinado pelo delegado da Polícia Federal no sentido de que fosse arquivado. No entanto, nesse meio tempo, foi deslocado para o STF.  A defesa encaminhou uma manifestação e aguarda os tramites seguintes”.

Nilson Leitão (PSDB-MT)
Ação penal 985 Crimes de Responsabilidade
Inquérito 3492 Crime contra a Lei das Licitações
Inquérito 3629 Crimes contra lei de licitações
Inquérito 3630 Crimes contra lei de licitações
Inquérito 3631 Crimes contra lei de licitações
Inquérito 3632 Crimes contra lei de licitações
Inquérito 3711 Corrupção passiva

Mais sobre processos

Continuar lendo
Voltar ao topo