Menu

Alberto Fraga (DEM-DF)
Ação penal 907 Crimes do sistema nacional de armas
Ação penal 911 Crimes contra a administração em geral, concussão
Ação penal 930 Peculato, crimes contra a fé pública e falsidade ideológica
Ação Penal 966 Crimes praticados contra a administração pública, concussão

Érika Kokay (PT-DF)
Inquérito 3098 Crimes contra a ordem tributária
Inquérito 3129 Corrupção ativa, quadrilha e crimes de lavagem ou ocultação de bens
Inquérito 3699 Investigação penal

Izalci Lucas (PSDB-DF)
Inquérito 4162 peculato, quadrilha ou bando
Inquérito 4163 Peculato
Inquérito 3671 Peculato
Ação penal 883 Crimes contra a fé pública eleitoral e falsidade ideológica

Laerte Bessa (PR-DF)
Inquérito 4348 Crimes contra a Honra | Calúnia – Injúria

Ao Congresso em Foco, o deputado Laerte Bessa prestou os seguintes esclarecimentos:

“Ratificarei tudo que eu falei. Estou sendo processado pelo governador Rodrigo Rollemberg por ter falado a verdade sobre ele. O que eu falei dele é tudo verdade. Talvez eu não tenha usado os adjetivos corretos. Fui vítima de uma agressão também por parte dele.

Ele me agrediu no gabinete dele e eu apenas revidei no Congresso. A forma como revidei, com discurso na tribuna, talvez não tenha sido a mais adequada, mas apenas repeti o que o povo pensa dele e comenta nas ruas”.

Rogério Rosso (PSD-DF)
Inquérito 4277 Peculato / Captação ilícita de votos ou corrupção eleitoral

Leia a íntegra do posicionamento do deputado sobre o processo:

“Essa questão diz respeito à ação penal eleitoral, em curso no Tribunal Regional Eleitoral do DF, para apuração de infração eleitoral por parte de uma deputada distrital nas eleições de 2010.

Não há qualquer vinculação direta ou indireta com o deputado Rogério Rosso, que não foi candidato nas eleições daquele ano. Portanto, não lhe pode ser imputada suposta prática de qualquer infração eleitoral.

Nesses seis anos de apuração de suposto ilícito da deputada distrital, nenhuma decisão judicial foi perpetrada contra o deputado Rogério Rosso. O deputado não responde a nenhuma ação criminal ou eleitoral. Não é réu em ação penal e eleitoral. E mais: contra ele, não existe sequer denúncia.

Pelo contrário, o Ministério Público já se manifestou no sentido de que não foram obtidos elementos probatórios suficientes para ensejar oferecimento de denúncia contra o deputado.

Pelo fato de ocupar cadeira na Câmara dos Deputados, a decisão de arquivamento tomada pela Justiça Eleitoral não compete mais àquele Órgão Judicante, e sim ao Supremo Tribunal Federal.”

Rôney Nemer (PP-DF)
Inquérito 4051 Crimes da Lei de licitações
Inquérito 4080 Crimes da Lei de licitações
Inquérito 3962 Crimes da lei de licitações
Ação Penal 923 Crimes de lavagem ou ocultação de bens, direitos ou valores, crimes praticados por Funcionários Públicos Contra a Administração em Geral e Corrupção passiva

Mais sobre processos

Continuar lendo
Voltar ao topo