Menu

A praticidade é extremamente importante nos dias atuais, além de ser imprescindível que se tenha tudo à mão e claro, organizado! Se você ainda vai mandar projetar o seu armário/closet, procure fazê-lo o mais personalizado possível. Pense em todas as peças, quantifique-as e indique a melhor forma de guardá-las. Se você já tem o seu prontinho, mas não aguenta mais tanta bagunça, vem com a gente!

Aproveite a arrumação para descartar peças antigas ou encaminhar roupas para a costureira. Lembre-se, se você não usa aquela peça há mais de um ano, esqueça-a e doe para quem precisa. Você não a usará, por mais que ache que um dia poderá precisar. É hora de desapegar!

Primeiro, organize seu guarda-roupa conforme a estação do ano. Deixe as peças com o uso menos frequente em caixas guardadas na parte superior do armário e vá fazendo um rodízio conforme os meses vão passando. Aproveite para separar seu armário em setores, ou seja, local para roupas de manga comprida, manga curta, casacos, saias/shorts, roupas de academia e por aí vai. Isso facilita, e muito, na hora de se vestir. Pode acreditar!

Separar as peças em ordem de cor é uma das melhores formas para manter a organização, por mais bagunçado que seu armário seja, ele não vai parecer ser tão desorganizado. Posicione os cabides virados para o fundo do armário, isso facilita a retirada das peças. Padronizá-los em tamanho e cores também é uma forma de organizar o visual do seu closet. Lembre-se sempre de separar em um canto do armário os cabides que estão liberados para receber novas peças.

Gavetas são compartimentos perfeitos para peças pequenas como roupas íntimas, meias, pijamas, roupas de banho, óculos, carteiras, etc. Separe uma gaveta para cada uma dessas categorias. As divisórias internas também são muito úteis para este tipo de peça. Podem ser feitas em diversos materiais como madeira, acrílico o metacrilato. Se o seu closet for amplo, gaveteiro central é uma forma interessante de utilizar bem o espaço.

As prateleiras são os espaços mais versáteis para guardar moletons, camisetas, bolsas, malhas, lãs, etc. As camisetas e os casacos podem ser guardados em forma de rolinhos, mas isso vale somente para os tecidos que não amassam. Evite pilhas muito altas! Isso facilita na hora da retirada das peças.  As bolsas podem ser guardadas em saquinhos ou postas à mostra. Caso prefira guarda-las, opte pelos saquinhos de TNT, que mantém a ventilação.

A sapateira deve ficar na parte inferior do armário, mais reservada e distante possível das roupas. Separe conforme o tipo de sapato: sapatos fechados como tênis ou sapatilhas, saltos e chinelos com rasteirinhas. Caso sua prateleira tenha uma profundidade maior, organize o par colocando um pé na frente o outro logo atrás. Dessa forma, não corre o risco de deixar nenhum par esquecido no fundo do armário. É interessante também colocar um cheirinho dentro das sapateiras e trocar de tempos em tempos. Deixar o sapato exposto ao sol por 15 minutos após o seu uso também ameniza qualquer odor que o mesmo vier a ter.

Espelho de corpo inteiro e pufe para apoio na hora de calçar um sapato ou montar uma mala também é uma dica bem bacana para este espaço. As portas em espelho ajudam a ampliar o espaço, quando o mesmo é pequeno. A proposta para o closet aberto é indicada quando o ambiente é destinado somente para aquele uso. Aplicar um papel de parede ou tecido ao fundo com iluminação embutida ajuda a valorizar ainda mais o ambiente!

Oh lá em casa toda essa arrumação, não é mesmo!?

Continuar lendo

21/08/2017 21:50
21/08/2017 20:26
21/08/2017 19:02
21/08/2017 18:59
Voltar ao topo