Menu

A gastronomia continua dando sinais de vitalidade e mostrando que é possível driblar a crise econômica transformando boas ideias em ações bem-sucedidas. Toda semana os sites de notícias sobre culinária nos nutrem com anúncios de edições especiais de jantares organizados por chefs em novos lugares e eventos da boa mesa.

Um desses chefs é o Simon Lau, que foi proprietário do Restaurante Aquavit. Nascido na Dinamarca, ele pratica uma culinária autoral do cerrado “sob um olhar nórdico”. Depois de atuar um tempo no Jardim Botânico, Simon agora retoma jantares em sua casa enquanto não reabre o Aquavit. Nos próximos dias 28 e 29 de abril, no entanto, irá realizar dois eventos, com menu degustação e harmonização de vinhos opcional (Reservas: 99167-0000 e pelo email reservas@restauranteaquavit.com ).

Outro chef que costuma fazer jantares com menu-confiança é William Chen Yen, que comandou o Restaurante Babel por alguns anos e foi um dos precursores em Brasília da culinária contemporânea. William vendeu o Babel e partiu para um sabático profissional em restaurantes europeus. De volta a Brasília, abriu a Rotisserie do Chen, cujas delícias podem ser encontradas nas filiais do Empório Selecto da 412 Sul e da 413 Norte. Em abril, ele promoveu duas edições (a segunda é hoje, quinta-feira, 20), com sequência de pratos no Empório Selecto da Asa Sul. Os comensais podem trazer suas bebidas preferidas de casa, sem pagar rolha.

Outro chef badalado da cidade, Marcelo Petrarca, do Bloco C da 211 Sul e do Inverso, no Park Sul, também inova e vai assinar o cardápio da festa premium Surreal, que acontecerá no próximo dia 22 de abril, na Torre Digital. Anote aí: o início será às 23h59. No menu terá risoto e mousse com ingredientes secretos. Mas há também comidinhas incluídas no preço do ingresso que está à venda no site da R2 Produções (https://producoesr2.com.br/produtora).

Foto divulgação

Eventos de culinária movimentam Brasília

Há mais novidades em abril comprovando que empreendimentos ligados à gastronomia estão indo muito bem, obrigado. A prova é a inauguração de mais uma filial da La Boulangerie, agora no Sudoeste, na quadra 300B. A padaria francesa é pioneira na capital por trabalhar com o método francês de fermentação artesanal (levain). Casado com a brasileira Thais Mello, o boulanger Guillaume Petitgas abriu a casa na 306 Sul, e há outras unidades na QI 21 do Lago Sul e na 212 Norte.

Outra padaria francesa muito prestigiada pelos brasilienses, a L’amour du Pain (115 Sul) comemorou em abril (dia 17) um ano de sucesso e casa lotada.

Amanhã, 21 de abril, começa o Capital MEATing, que reúne vários chefs com palestras e degustações. O evento é na esteira da Operação Carne Fraca, da Polícia Federal, que deixou todo mundo mais atento para a qualidade da carne que consumimos. A ideia é mostrar toda a cadeia produtiva e valorizar produtos de alta qualidade.  Será no Brasília Palace Hotel.

A coluna torce para que maio traga mais eventos e boas notícias para a gastronomia no Distrito Federal e para o nosso paladar.

Mais sobre Brasília

Continuar lendo

18/08/2017 16:45
18/08/2017 14:04
18/08/2017 12:16
18/08/2017 07:30
Voltar ao topo