Menu

Ricardo Stuckert/Instituto Lula

Entrevistados se dividem quando perguntados se Lula deveria ou não participar da eleição presidencial

 

A prisão do ex-presidente Lula foi justa e o petista não vai disputar a eleição presidencial deste ano, considera a maioria das pessoas ouvidas na última pesquisa Datafolha, divulgada neste domingo (15) pela Folha de S.Paulo. Os entrevistados, no entanto, se dividem quando questionados se Lula deveria concorrer à eleição ou ser impedido de fazer campanha à Presidência.

De acordo com o levantamento, 54% das pessoas veem a prisão de Lula como justa, contra 40% que consideram o contrário. Os 6% restantes não opinaram. De janeiro para abril, após a prisão do petista, disparou o percentual de eleitores que acreditam que o ex-presidente não poderá concorrer este ano devido à Lei da Ficha Limpa.

Essa é a opinião de 62% dos entrevistados. Os que consideram que “com certeza” ele participará das eleições somam 18% e os que pensam que “talvez”, 16%. Em janeiro, 53% achavam que Lula participaria da eleição de outubro. Desses, 32% apostavam que “com certeza” ele seria candidato.

O eleitorado, porém, se divide quando questionado se o ex-presidente deveria participar da disputa eleitoral: 50% responderam que não; 48, que sim. A diferença está dentro da margem de erro, que é de 2 pontos percentuais. Antes, 51% achavam que Lula deveria ser barrado e 47% que ele deveria participar das eleições.

<< Veja os números dos nove cenários traçados pelo Datafolha com diferentes candidatos

Segundo o Datafolha, as pessoas que consideram a prisão de Lula justa são, em sua maioria, homens, com maior taxa de escolaridade, maior média de salário e morador das regiões Sudeste, Sul ou Centro-Oeste. Entre os mais escolarizados essa porcentagem chega aos 71%. Já a opinião de que a prisão foi injusta prevalece entre menos escolarizados, com 51%. Chega a porcentagens próximas entre os mais pobres e regiões Norte e Nordeste.

O Datafolha ouviu 4.194 eleitores em 227 municípios entre quarta (11) e sexta-feira (13). Segundo a pesquisa, mesmo preso, o ex-presidente lidera as intenções de voto no primeiro e no segundo turno. Mas seu percentual de apoio caiu em relação ao levantamento de janeiro. Jair Bolsonaro (PSL) e Marina (Rede) empatam tecnicamente quando o petista é excluído da disputa.

<< Preso, Lula perde apoio, mas ainda lidera. Sem ele, Marina empata com Bolsonaro, aponta Datafolha

<< Os pontos fortes e os pontos fracos dos pré-candidatos à Presidência da República

<< “Candidatos enfrentarão rejeição inédita na eleição”, diz diretor do Datafolha

Continuar lendo

 
26/04/2018 07:33
26/04/2018 01:37
25/04/2018 21:54
25/04/2018 21:18
Voltar ao topo