Menu

Chico Alencar em primeiro, Eduardo Bolsonaro em segundo. Nova parcial do prêmio mostra polos opostos na dianteira da disputa pelo título de melhor deputado de 2017

Uma semana após o seu início o Prêmio Congresso em Foco 2017 já recebeu o voto de mais de 21 mil pessoas. O número considera apenas os “eleitores” cujos votos foram validados, após auditoria interna. Antes de serem validados, todos os votos passam por auditoria interna, além de serem fiscalizados pela Associação Nacional dos Peritos Criminais Federais (APCF). A votação na internet começou na última sexta-feira (1º) e prosseguirá até o dia 30.

<< Vá à página de votação do Prêmio Congresso em Foco

Na terceira parcial, que divulgamos nesta sexta-feira (8), três parlamentares do campo mais conservador aparecem entre os primeiros colocados, juntando-se a deputados e senadores do Psol e da Rede, partidos de esquerda.

<< Veja a parcial da votação atualizada

Em uma grande arrancada desde quarta-feira, o senador Magno Malta (PR-ES) tomou a dianteira de Randolfe Rodrigues (Rede-AP), que liderava nas duas parciais anteriores.  Depois de Randolfe, aparece o senador Paulo Paim (PT-RS).

Na Câmara, a principal mudança foi o avanço de Eduardo Bolsonaro (PSC-SP), que ultrapassou Jean Wyllys (Psol-RJ) e ocupa agora a segunda colocação. A liderança segue com Chico Alencar (Psol-RJ).

Nas categorias especiais, a liderança é de Eduardo Bolsonaro (combate à corrupção e ao crime organizado), Chico Alencar (defesa da seguridade) e Vinicius Carvalho (PRB-SP) (defesa da agropecuária). Vinicius também não aparecia entre os mais votados nas parciais anteriores.

Júri e jornalistas

<< Veja quem são os jurados

De maneira inédita, o Prêmio Congresso em Foco homenageará neste ano, além dos políticos escolhidos na votação digital, congressistas selecionados por um júri de alto nível. O processo de votação entre os cinco jurados começou na última quarta-feira (6).

Como já se tornou tradicional, os jornalistas que cobrem o Congresso Nacional também votarão, definindo assim os premiados de duas outras categorias especiais, nas quais serão agraciados respectivamente os cinco senadores e os cinco deputados mais bem avaliados pelos profissionais de imprensa. Todos os vencedores só serão conhecidos na cerimônia de premiação, em 19 de outubro.

Como de hábito, somente estão aptos para a votação parlamentares que não respondem a inquéritos ou ações penais no Supremo Tribunal Federal. De acordo com os resultados da votação pela internet, serão premiados 20 deputados e 10 senadores nas categorias gerais (“Melhores Deputados” e “Melhores Senadores) e cinco parlamentares em cada uma das categorias especiais.

A decisão do júri determinará a seleção de mais dez deputados e cinco senadores, nas categorias gerais, e cinco parlamentares em cada uma das categorias especiais.

<< Outras informações sobre o prêmio


Patrocínio:

Apoio:

Apoio Institucional:


Continuar lendo

24/09/2017 13:16
24/09/2017 10:00
24/09/2017 08:30
24/09/2017 07:30
Voltar ao topo