Menu

Os diversos cafés da manhã pelo mundo

por Miriam Moura Publicado em 10/08/2017 21:10

Os nutricionistas estão sempre lembrando que o café da manhã é uma refeição fundamental. Afinal, depois de uma noite de sono o organismo precisa repor energia e nos deixar preparados para um dia produtivo. As recomendações básicas apontam no sentido de se comer um pouco de cada grupo alimentar: carboidratos, proteínas e gorduras.

A coluna hoje vai viajar um pouco e mostrar como são os típicos cafés da manhã em diferentes regiões brasileiras e em alguns países. No Brasil, terra de tamanho continental, os ingredientes e receitas variam de uma região para outra, assim como em outras nações.

No Nordeste, temos um café da manhã que vem com tapioca e queijo coalho na chapa e pode agregar cuscuz com ovo e xícara de café quentinho. Em Pernambuco, a mesa inclui ainda o famoso bolo de rolo.

No Sul, se você estiver na serra gaúcha, onde se estabeleceram os imigrantes italianos a partir de 1875, terá a oportunidade de desfrutar um saboroso (e calórico) café colonial, com frios e queijos caseiros, pães, geleias, bolos, muito farto.

E em terras paulistas? Ah! Peça um pão na chapa com uma média (café com leite). Tem em qualquer padaria, também conhecida como padoca. Os cariocas gostam de sucos de frutas naturais e mate gelado. Há também o Biscoito Globo, que virou celebridade nas Olimpíadas e é um ícone no Rio, feito com polvilho, gordura, leite e ovos.

Reprodução

Colunista ensina sobre “american coffee”. “Geralmente é servido numa xícara grande, o tradicional ‘mug’, e mais fraco”

A primeira refeição do dia, chamada de pequeno-almoço em Portugal, pode variar muito de um país para outro. Na Turquia, o típico café da manhã é farto, equivale a um almoço, degustado nos fins de semana e nas férias. Não podem faltar salada de tomate e pepino, azeitonas e queijo branco (parecido com queijo feta grego, feito com leite de cabra ou de vaca e mantido em salmoura) e pães diversos.

Ovos são obrigatórios e servidos em diferentes estilos: cozidos ou fritos com linguiça típica, sucuk, condimentada e feita com carne de gado. O ovo pode ser preparado segundo a receita menemem, parecido com ovos mexidos, leva tomates picados e pimentão verde típico da costa turca do Mediterrâneo. Como no Brasil, há variações regionais do café da manhã, mas em todas toma-se a versão turca do chá preto.

Aqui ao nosso lado, os argentinos gostam de um croissant quentinho no café, lá são media lunas, e no interior toma-se mate, também hábito entre os gaúchos. Os espanhóis adoram um Pan a la Catalana ou Pan con Tomate, temperado com um pouquinho de alho, suco de laranja e café. A receita pode ser enriquecida com vários ingredientes, como queijo, presunto ou salsichas.

Na França, o desjejum tem os legítimos croissants franceses acompanhados de manteiga, geleia de frutas, café e suco de laranja. A baguete é também muito solicitada, assim como os famosos queijos. Na Itália, a prima colazione inclui um cappuccino feito com grãos de café forte e um croissant à italiana (cornetto).

Os chineses começam o dia com um macarrão oriental, acompanhado de vegetais fritos e shoyu. Costumam também consumir arroz e carne de frango. No Japão, um típico café da manhã tem tofu acompanhado de peixe e de arroz.

Os Estados Unidos são conhecidos pela pesada primeira refeição do dia, mostrada em muitos filmes. Tem ovos mexidos, bacon frito e panquecas. O café é servido bem fraco. No mundo inteiro, se você não quiser um café forte pode pedir american coffee. Geralmente é servido numa xícara grande, o tradicional mug (caneca), e mais fraco.

Certamente há muitas outras iguarias e quitutes presentes à mesa do desjejum ao redor do mundo. Elas traduzem os hábitos gastronômicos e a cultura culinária dos diferentes povos. Com tantas variações e sotaques nas receitas, o café da manhã se torna uma atração à parte nas viagens.

<<Mais sobre gastronomia

Continuar lendo

18/10/2017 14:00
18/10/2017 13:56
18/10/2017 12:55
 
18/10/2017 12:33
Voltar ao topo