Menu

Resolvi apresentar o meu nome como candidato a candidato à Presidente da República! Não, não fiquei louco.

É que estou muito triste e preocupado com as perspectivas do nosso país. Também fiquei ofendido com várias análises recentes da situação política brasileira, que dizem não ter um nome bom para a função. Como assim? Com mais de 200 milhões de habitantes,  como pode não ter nem um bom nome?

Como todos sabem, sentem e sofrem, o Brasil vai muito mal. E a perspectiva não é nada boa: afinal, os nomes dos prováveis candidatos à presidência da República em 2018 não entusiasmam quase ninguém. Mais uma vez, parece que teremos que votar no “menos ruim”. Chega disso!!!

E então, nessa situação tão difícil, vamos ficar parados? Que podemos fazer? Então, resolvi fazer alguma coisa e coloco o meu nome como candidato a candidato a presidente da República!

Sei bem que a minha chance de ser eleito é pertinho de zero. Não tenho partido, nunca fui eleito para cargos exceto síndico de um pequeno prédio, e também de uma pequena associação profissional. Também não tenho tradição política.

Mas, estou seguro, eu seria um presidente bem melhor do que os nomes que hoje aparecem como candidatos em 2018.

Por quê? Porque não tenho os vícios que afetam todos os nomes hoje colocados, e tenho clareza quanto ao NORTE necessário para orientar as políticas públicas.

Tenho total confiança em que uma das coisas que falta ao Brasil, hoje, é ter um NORTE, ter objetivos a serem alcançados dentro de alguns anos – mais anos do que a duração de um, ou mesmo dois, mandatos presidenciais –, e fazer  convergir as políticas públicas, assim como os investimentos privados, na direção do NORTE, claramente definido e aceito pela maioria dos brasileiros. Qual candidato, entre os tidos hoje como mais prováveis, apresenta um claro NORTE, que motive a maioria dos brasileiros? Nenhum!!! Não basta querer “colocar o país nos trilhos”. É necessário apontar a direção em que os trilhos apontarão!

Não tenho respostas prontas para todos os problemas que vivemos hoje, e desde já admito isso. As respostas devem ser construídas, em conjunto, com muito diálogo, troca, humildade e razão, e não por um marqueteiro.

Mas tenho clareza quanto ao NORTE. E mais, esse NORTE não foi inventado por mim! Foi acordado por nada menos que 194 países, Brasil inclusive. Só que, no nosso país, diferentemente de vários outros, ainda não houve a transformação desse NORTE em claro objetivo de governo, a mobilizar tanta gente quanto possível, de forma a – de fato – direcionar o Brasil no rumo de alcançar os objetivos da Agenda 2030 – Objetivos do Desenvolvimento Sustentável.

Basta pesquisar na web  “Agenda 2030″ para saber mais sobre essa Agenda. Noutro momento falaremos mais dela.

Para algumas pessoas, os objetivos da Agenda 2030 poderão parecer inalcançáveis. No entanto, se assim fosse, 194 países não teriam assinado tal compromisso, certo?

Esses objetivos são plenamente alcançáveis, mas para tanto será necessária uma grande mobilização de todos, uma liderança claramente comprometida com alcançá-los, e a participação de grande parcela da população.

Vamos usar este  espaço para discutir políticas públicas que nos levem aos 17 objetivos da Agenda 2030

Com esse objetivo, fica aqui meu nome como candidato a candidato a presidente da República. Jajá, em 2018!!!

<< Lula lidera pesquisa presidencial de 2018; Bolsonaro e Marina aparecem na disputa pelo segundo lugar, diz Datafolha

Continuar lendo

24/09/2017 18:00
24/09/2017 13:16
24/09/2017 10:00
24/09/2017 08:30
Voltar ao topo